segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Alma despida

Numa noite quente,
Nos beijamos
De forma indecente,
Nos tocámos.

Entrei no teu mundo,
Desastrado...
Que nem um vagabundo
De coração acelerado.

As luzes se apagaram,
Só eu e tu, no escuro
As respirações que se abafaram
De um calor tão duro.

Dirigi me a ti,
Despi te da tua alma
Pois sem ela
Nunca te vi.

Abraçámos-nos, beijámos-nos
Trocámos palavras de felicidade
Mas nada tirará
Os nossos rostos de ansiedade.

Sobre um sonho me debruçei
E o teu corpo eu beijei,
O teu rosto acariciei
E ao teu lado me deitei.

Queria que não tivesse fim
Queria parar o tempo
Pois nunca me tinha sentido assim
Eu e tu, na nossa noite ao relento.

E assim foi,
Uma noite sentida
E tu deixaste-me nu,
Com esta alma, despida.

16 comentários:

  1. Awesome, muito sentido c:
    Gostava de conseguir escrever poesia como tu :b

    ResponderEliminar
  2. Esperemos bem que não :o
    É que se isso for verdade não sou retribuida.. ):

    ResponderEliminar
  3. Pois é (:
    Desanuviar :b
    Então, sabes o que se passou para não conseguires ver o meu blog?

    ResponderEliminar
  4. Ainda bem (:
    Ya, não sei porque é que tem outra foto mas pronto :b

    ResponderEliminar
  5. Oh, mas só metes se gostares (:
    Não tens nenhuma obrigação para comigo por eu seguir o teu :D

    ResponderEliminar
  6. Deves por um smile, porque aquilo é algo bom :)
    É uma decisão que tomei para a minha boa sanidade mental **

    ResponderEliminar
  7. Espero realmente que tenhas razão **

    ResponderEliminar
  8. Amizades verdadeiras são tudo.
    É uma linda forma de te expressares, eu adoro ler... A escrever poemas é que não dou uma para a caixa xD

    ResponderEliminar
  9. Ora nem mais ^^ Não temos de ser bons a tudo né?xD É sempre gratificante quando as pessoas reconhecem o nosso trabalho [mesmo que seja num blog].
    A sério que só escreves à um mês? :O Juro que parece que escreves à bastante tempo...

    ResponderEliminar
  10. Experimentaste e fizeste tu muito bem:)
    Sim, isso também acontece comigo, consigo escrever textos sobre mim e sobre coisas que me acontecem... no entanto se me pedirem para escrever um texto sem pés nem cabeça fico à toa como se nunca tivesse escrito nada na vida.

    ResponderEliminar
  11. Também gosto de neologismos xD
    Ora tens toda a razão...
    Parece que as palavras só começam a fazer sentido se forem realmente parte de nós ou das nossas vivências :]
    Continuemos sim, até porque dá montes de prazer.

    ResponderEliminar
  12. wiii fiz uma rima :) LOL
    Sim eu sigo-te, já o ia fazer.
    Boa noite e não tens de agradecer ^^

    ResponderEliminar